11/10/17– A Reforma Trabalhista: Aspectos Gerais – Pedreira

A Reforma Trabalhista, implementada pela Lei no. 13.467/2017, trouxe significativas mudanças no regime de emprego disciplinado pela Consolidação das Leis de Trabalho (CLT). Tais mudanças impactarão diretamente nas empresas a partir de novembro de 2017, ocasião em que referida legislação entrará em vigor.

Trata-se sem dúvida, de uma oportunidade ímpar para adequação do “custo Brasil”, com a finalidade de incrementar eficiência e competitividade às empresas.

Objetivando introduzir o tema nesse momento de transição, o Sescon Campinas em parceria com o Escritório Emerenciano, Baggio & Associados – Advogados têm a satisfação de convidá-lo para um encontro, que acontecerá na ACEP – Associação Comercial de Pedreira.

Mediação:
Cristina Buchignani,
advogada, sócia da área de Direito do Trabalho e Sindical do Emerenciano, Baggio & Associados – Advogados.

Quando:
11/10/2017, quarta-feira, das 08:30 às 12:00

Onde:

ACEP – Associação Comercial de Pedreira
Rua Felix Moreno, 50 – Vila Santo Antônio
Pedreira / SP
13920-000 

Inscrições:
Interessados deverão se inscrever clicando aqui.

 


5 comentários em “11/10/17– A Reforma Trabalhista: Aspectos Gerais – Pedreira

  • Dra. Cristina, sou sócio de algumas empresas e estou negociando minha participação em outras. Estou bastante preocupado com minha responsabilidade em face dos créditos trabalhistas. Como ficará essa questão com a alteração da CLT introduzida pela tal Reforma Trabalhista?

    • Assunto: Sucessão Empresarial
  • Alguns amigos empresários estão muito ansiosos pela vigência da reforma, pois acreditam que farão uma reformulação nos contratos de trabalho dos funcionários, através da negociação prevalecendo sobre a lei. Confesso que estou desconfiada. É isso mesmo? Como ficarão os direitos dos empregados?

    • Assunto: Negociado sobre o legislado
  • Trabalho em atividade insalubre porque sou engenheira química. Estou pretendendo engravidar e ao ler a nova legislação trabalhista entendi que serei afastada das minhas funções. Isso é verdade, Dra. Cristina? Obrigada.

    • Assunto: Outros
  • A redução do intervalo para refeição e descanso poderá ser ajustada entre empresa e empregados de forma direta? Qual o limite dessa redução?

    • Assunto: Intervalo Intrajornada

Deixe sua pergunta

Somente seu nome será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *